Nossas afeições



Agostinho não via nossos problemas como algo que se originam apenas da falta de amor. Também observou que as afeições do coração têm sua devida ordem, e que com frequência amamos mais as coisas menos importantes e vice-versa. Portanto, a infelicidade e a desordem na nossa vida são causadas pela desordenação de nossas afeições. Alguém justo e bom “é também alguém que tem sua afeição ordenada (da forma correta], de modo que não ama o que é errado amar nem deixa de amar o que deve ser amado nem ama demais o que deve ser menos amado (nem ama pouco o que deve ser mais amado)". 

Como isso funciona? Não há nada errado em amar seu trabalho, mas se você o amar mais do que a sua família, então suas afeições estão desordenadas e você pode arruinar a própria família. Ou se amar ganhar dinheiro mais do que ama a justiça, então explora seus empregados, novamente porque suas afeições estão desordenadas.
Tim Keller - Deus na Era Secular 
(Vida Nova 2018)
-
Se quiser, compartilhe seu resultado nos comentários, caso contrário, apenas reflita sobre o que realmente está no centro do seu coração como aquilo que você mais ama na vida.
Considere A para o que você mais ama e E para o que menos ama. Claro que existem tantas outras coisas, mas tente fazer esse exercício de reflexão proposto por nós, apenas com estes 5 itens.
-
Resultado do @augustomarques_oficial (desenhista da página):
A- Deus B- Família C- Trabalho D- Amigos E- S.C. Internacional
#afeições #amores

Comentários

Mais visto na semana